O ZICUNATÍ: REPRESENTAÇÃO DO BRASIL-NAÇÃO NO INÍCIO DO SÉCULO XX

Autora: Liliane da Costa Freitag

A república brasileira, nascida do complexo e profundo desdobramento da camada primeira revolução industrial, tivera no saneamento do país a possibilidade de sua inserção no conjunto das nações modernas. Na trama da modernidade, o Rio de Janeiro, capital da República, fora o grande palco para mostrar ao mundo civilizado as transformações pelas quais o país havia passado desde o fim do regime monárquico. Tornar visível tais práticas, sobretudo na capital da República, credenciaria o país ao rol da seletas nações modernas. Buscando uma verdadeira ruptura com a historicidade de seu passado e, em meio a obsessão em negar a si mesmo, o regime republicano transformará drásticamente o modo de vida dos habitantes daquela capital. Hábitos e costumes, novos ritmos de vida e de trabalho figuram uma nova cotidianeidade naquele espaço urbano desde a instalação do novo regime em fins do XIX.

Museo del Juego © 2005-2013

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies